2020 acabou, e agora?

2020 acabou e foi um ano totalmente desafiador para todos nós e isso ninguém pode negar. Mas ele chegou ao fim.

Porém, todos os desafios que ele nos trouxe, ainda não foram extintos e provavelmente muitos não serão. A atualização dos sistemas de trabalho, a diminuição de movimento nas lojas, shoppings, mercados e a reorganização financeira vão ser alguns de nossos desafios por algum tempo.

Mas a pergunta que muitos nos fazem é: “O que eu preciso fazer para me recuperar ou ter menos perdas nesse período?”, a resposta é um pouco complexa, mas o primeiro ponto é uma nova pergunta: “por que você ainda não fez nada?”

Para essa pergunta, temos respostas na ponta da língua. Seja por medo, por falta de capital ou por comodismo, mas nesse ponto que estamos, o comodismo já não deveria mais existir, certo? Consigo entender o medo pela inovação, mesmo sendo totalmente contrário a ele, e a falta de capital é um problema que sempre nos assolou.

Se você ainda está com a empresa do mesmo jeito que em março de 2020, devo te avisar que seus dias estão contados.

Segundo estudo divulgado pelo olhar digital, a relação entre cliente e meio digital das empresas subiu assustadoramente, tanto nas compras online quanto no atendimento através de apps de mensagens como o WhatsApp e o Telegram.

O mínimo que uma empresa precisa ter hoje é um perfil nas redes sociais mais utilizadas atualmente, como o Facebook e o Instagram e um site institucional com as principais informações sobre o estabelecimento, serviços e contato direto.

Durante estes meses de pandemia, vários clientes vieram até nós para iniciar o digital na empresa, e um erro comum entre todos eles eram contar com a reputação física da empresa no meio digital, e isso não existe.

Hoje as empresas que possuem uma grande presença física e digital investem centenas de milhares de reais para se manterem presentes todos os dias em nossas vidas. Essa idéia de que você tem uma empresa que está atendendo há 10 anos, vale muito pouco nas redes sociais. Vemos todos os dias empresas que existem somente no meio digital desbancando empresas históricas, mas que possuem pouca ou nenhuma presença digital.

O que mais surgiu nessa pandemia foram pessoas vendendo algo novo, seja para complementar a renda ou ser um novo ar após uma demissão, por exemplo.

O que você vai fazer a partir de agora, vai definir como estará sua empresa no final de 2021 e, não se assuste, se ela vai existir ou não.

O que você tem feito para transformar sua realidade pós pandemia?

Deixe uma resposta

Fechar Menu